Dr Eduardo Nassar Indica leitura

Previsão precoce e prevenção da pré-eclâmpsia.

A pré-eclâmpsia permanece uma importante causa de mortalidade materna e perinatal. A capacidade de prever as formas mais graves de pré-eclâmpsia permitiria maior vigilância e intervenção precoce para melhorar os resultados. Embora nenhum tratamento definitivo preventiva, foi encontrada a data, é provável que os tratamentos potenciais seria necessário para iniciar no início da gravidez para alterar patogénese. Após os recentes avanços no entendimento da patogênese desta complexa síndrome, novos testes preditivos estão sendo avaliados. Os modelos mais promissores incorporar testes bioquímicos e biofísicos que combinam avaliações de placentação e susceptibilidade à doença materna.

Referência:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21376671

 

 

Facebook Dr Eduardo Nassar


 

Twitter Dr Eduardo Nassar